MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

Bem-vindo

Prezado Aluno, seja bem-vindo ao seu espaço no Portal de Estágio do CEFET-MG! Aqui estão disponíveis informações para facilitar e contribuir para a busca, a formalização, o desenvolvimento e a realização de suas atividades de Estágio.

Através do Portal de Estágio os alunos terão acesso a:

Estágio Supervisionado Obrigatório:

  • É uma atividade de aprendizagem prevista no Projeto Pedagógico do Curso, vinculada a uma disciplina, com carga horária específica e sem a qual o aluno não poderá concluir o seu processo de formação profissional;
  • Deve ser realizado em conformidade com as leis nº 11.788/2008 e nº 9.394/96, com as regulamentações internas das partes envolvidas e com os acordos institucionais estabelecidos;
  • O planejamento das atividades deve ser feito através de um Plano de Trabalho aprovado pelo CEFET-MG, em conformidade com o Plano de Ensino da disciplina e devidamente autorizado pela instituição concedente;
  • Após a aprovação do Plano de Trabalho, a organização concedente deve indicar um ou mais funcionários de seu quadro para supervisionar as atividades do aluno.
  • As atividades devem ser orientadas, acompanhadas e avaliadas pelo professor da disciplina;
  • Durante a sua vigência, o aluno terá direito a um seguro de acidentes pessoais, contratado pelo CEFET-MG.

Estágio Supervisionado não Obrigatório:

  • É uma atividade de aprendizagem prevista no Projeto Pedagógico do Curso, cujo objetivo é complementar a formação acadêmica. Sua realização é uma opção do Aluno;
  • Deve ser realizado em conformidade com as leis nº 11.788/2008 e nº 9.394/96, com as regulamentações internas das partes envolvidas e com os acordos institucionais estabelecidos;
  • As atividades devem ser aprovadas, acompanhadas e avaliadas pelo curso do Aluno para que sejam devidamente reconhecidas pelo CEFET-MG;
  • Deve ser formalizado através da assinatura do Termo de Compromisso de Estágio e do Programa de Estágio Supervisionado;
  • Durante a sua vigência, o Aluno terá direito: a uma bolsa ou outra forma de contraprestação; ao auxílio transporte; ao recesso remunerado e ao seguro de acidentes pessoais;
  • A Concedente deve indicar no Programa de Estágio Supervisionado um ou mais funcionários de seu quadro para supervisionar as atividades do Aluno.

Coordenação de Programas de Estágio – Serviços:

Oportunidades

Os alunos podem consultar as oportunidades de Estágios no Mural de Oportunidades do sistema acadêmico e na página da Coordenação de Programas de Estágio no facebook. Eventualmente, buscando sempre ampliar as oportunidades, os Setores de Estágio irão também divulgar outras atividades de interesse dos Alunos, como, por exemplo, a abertura de vagas em projetos de extensão, iniciação científica e/ou emprego.

As vagas serão divulgadas de acordo com o perfil profissional de cada área, estabelecido pelos Projetos Pedagógicos dos Cursos. Os alunos somente terão acesso às oportunidades de atividades que estiverem de acordo com o seu processo de formação profissional.

Planos de Trabalho

O Plano de trabalho é um requisito para realizar o Estágio Curricular Obrigatório. Antes de iniciar a formalização do Estágio Curricular Obrigatório, o aluno, juntamente com o Professor da disciplina, deverá elaborar uma proposta de Plano de Trabalho.

No plano de trabalho devem estar descritos os objetivos do estágio, as atividades a serem desenvolvidas, assim como, a forma de orientação, acompanhamento e a proposta de avaliação do professor da disciplina.

Contrato de Estágio:

O processo de formalização das contratações será iniciado a partir preenchimento e envio dos formulários à Coordenação de Programas de Estágio, seguido da conferência e assinatura da documentação referente à contratação do Aluno. Uma vez assinados, os documentos serão devolvidos e/ou arquivados pelo Setor de Estágio do Campus.

O Aluno somente poderá iniciar as atividades de Estágio após a formalização de sua contratação junto ao CEFET-MG, que se reserva o direito de não reconhecer qualquer estágio iniciado em um período anterior a 30 (trinta) dias da data, em que o termo de compromisso for apresentado.

Registro das orientações e acompanhamento das atividades

A Coordenação de Programas de Estágio (CPRE) utiliza de diversos modelos de registros físicos e eletrônicos para arquivar, de forma legal, segura e acessível, as informações relativas à orientação, acompanhamento e avaliação das atividades de Estágio.

Leis, Normas e Acordos Institucionais

A Coordenação de Programas de Estágio irá manter à disposição de todos os envolvidos nos processos de estágio e monitoria os seguintes documentos que regulamentam essas atividades:

Empresas e Instituições Concedentes de Estágios

Através do site da Coordenação de Programas de Estágio, os alunos possuem acesso a lista de empresas conveniadas. Caso uma empresa de interesse do aluno não esteja na lista, ele poderá entrar contato com a CPRE e solicitar a respectiva formalização do convênio ou acordo específico.

Perguntas frequentes:

O que é o Estágio?

O Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos (Lei 11.788/08, Art.1°).

Quais as modalidades de estágio?

O estágio poderá ser obrigatório ou não obrigatório, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade e área de ensino e do Projeto Pedagógico do Curso (Lei 11.788/08, Art.2°).

O estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma.

O estágio não obrigatório é aquele desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória.

As atividades de extensão, de monitorias e de iniciação científica na educação superior, desenvolvidas pelo estudante, somente poderão ser equiparadas ao estágio em caso de previsão no Projeto Pedagógico do Curso.

A quem compete o estágio?

Alunos regularmente matriculados e que venham frequentando cursos de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e nos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos e atestados pela instituição de ensino (Lei 11.788/08, Art.3°).

Quem pode ser Estagiário?

Alunos regularmente matriculados e que venham frequentando cursos de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e nos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos e atestados pela instituição de ensino (Lei 11.788/08, Art.3°).

A realização de estágios, nos termos desta Lei, aplica-se aos estudantes estrangeiros regularmente matriculados em cursos superiores no País, autorizados ou reconhecidos, observado o prazo do visto temporário de estudante, na forma da legislação aplicável (Lei 11.788/08, Art.4°).

Onde pode ser feito o Estágio?

Podem oferecer estágio, as pessoas jurídicas de direito privado e os órgãos da administração pública direta, autárquica e fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como profissionais liberais de nível superior devidamente registrados em seus respectivos conselhos de fiscalização profissional (Lei 11.788/08, Art.9°).